Promoção

Caim Balaão e Coré Tomaram Um Caminho Errado

Caim Balaão e Coré Tomaram um Caminho Errado

Texto: Judas 11
Introdução: Em João 14:6 “Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim”. Você não vai conseguir algo mais claro sobre o caminho para o céu do que isso. Podemos nos perguntar por que muitos têm dificuldade para entender uma verdade tão simples. Mas há um inimigo à verdade; seu nome é Satanás. Jesus chama Satanás de o pai (ou originador) de todas as mentiras. João 8:44 “Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira”.

Como um mentiroso, as táticas do inimigo é torcer e distorcer a verdade de Deus e enganar a humanidade. É triste dizer que ele tem sido muito eficaz em arrastar as pessoas para longe do verdadeiro caminho, levando-as a seguir um substituto insuficiente. Judas escreve sobre três caminhos que os homens seguiram após … e os homens ainda seguem após esses caminhos. Judas 1:11 “Ai deles! porque foram pelo caminho de Caim, e por amor do lucro se atiraram ao erro de Balaão, e pereceram na rebelião de Coré”

  1. Caim – fez as coisas à sua maneira – Rejeitando o sacrifício de sangue.

Caim é um tipo do homem natural religioso, que acredita em um Deus e na religião, mas depois de sua própria vontade, e que rejeita a redenção pelo sangue.
A. Deus exigia um sacrifício de sangue, mas Caim mudou a exigência de Deus para agradar a si mesmo.
1. Isto continua até hoje.
2. Muitas pessoas religiosas desejam remover o poder, e a necessidade do sangue.
3. Por quê? O sangue é ofensivo para muitos.
4. Estamos vendo essa mesma atitude hoje em um número de igrejas que tiraram o sangue para fora de sua doutrina ou estão considerando fazê-lo.
5. Todas as vezes que os caminhos e métodos do homem substituir os caminhos de Deus, Deus vai retirar o seu poder e suas bênçãos.
B. Caim tentou mudar a ordem de Deus para agradar a seus próprios desejos. (Malaquias 3:6) “Porque eu sou o Senhor, não mudo; isso vós, ó filhos de Jacó, não sois consumidos”.
1. Há aqueles hoje que querem seguir este caminho.
2. Eles querem adorar a Deus em seus próprios termos, em vez de em Espírito e em Verdade.
3. Você observa que é mais do que apenas a sinceridade de alguém.
4. Caim não queria oferecer o que Deus exigia.
5. Alguma vez você já ouviu alguém dizer: “Adoro a Deus, mas eu faço isso da minha própria maneira”?
6. Era exatamente isso o que Caim estava fazendo.
C. Culto na Bíblia é sempre dirigido para Deus e para a Sua honra e glória.
1. A adoração é para o Seu propósito e prazer.
2. Não para o nosso prazer ou entretenimento.
3. A verdadeira adoração é sempre dirigida a Deus. 1 João 3:12 “não sendo como Caim, que era do Maligno, e matou a seu irmão. E por que o matou? Porque as suas obras eram más e as de seu irmão justas”.

  1. Balaão – Tentou se comprometer com o mundo
  2. O caminho de Balaão.(2 Pedro 2:15) “os quais, deixando o caminho direito, desviaram-se, tendo seguido o caminho de Balaão, filho de Beor, que amou o prêmio da injustiça”
    1. Balaão era um profeta conhecido.
    2. Ele foi contratado para pronunciar uma maldição contra o povo de Deus.
    3. Ele estava disposto a dizer o que o maior lance queria que ele dissesse.
    4. Como o versículo diz: “… que amou o prêmio da injustiça”
    B. A doutrina de Balaão.(Apocalipse 2:14) “entretanto, algumas coisas tenho contra ti; porque tens aí os que seguem a doutrina de Balaão, o qual ensinava Balaque a lançar tropeços diante dos filhos de Israel, introduzindo-os a comerem das coisas sacrificadas a ídolos e a se prostituírem”
    1. Uma vez que Deus não permitiria que ele amaldiçoasse o povo de Israel, Balaão “ensinava Balaque a lançar tropeços diante deles”.
    2. Ensinar outros para corromper o povo de Deus é tão errado quanto fazê-lo por si mesmo.
    3. Esta era a doutrina ou ensino de Balaão.
    4. Ele propagou a injustiça entre o povo de Deus.
    5. Havia alguns na igreja de Pérgamo, que estavam fazendo a mesma coisa.
    6. Eles estavam ensinando e incentivando o povo de Deus a fazer coisas ímpias.
    7. Esta prática continua hoje com aqueles que buscam compromisso com o mundo e incentivam a injustiça entre os crentes.
    8. Muitas vezes ensinamos as pessoas a pecar em pelo menos três maneiras. Nós ensinamos as pessoas a pecar pelo exemplo que estabelecemos, pelas palavras que usamos e pelas coisas que aprovamos.
    C. O erro de Balaão. Judas 1:11 “Ai deles! porque foram pelo caminho de Caim, e por amor do lucro se atiraram ao erro de Balaão, e pereceram na rebelião de Coré”.
    1. Ele pensou que Deus iria ver as coisas da mesma forma que ele as vias.
    2. O “erro de Balaão” foi que ele racionou do natural.
    3. O que fazia sentido para ele era que, se Israel estava fazendo algo errado, então Deus queria que ele os amaldiçoassem
    4. Ele não conseguiu reconhecer que o amor de Deus por Seu povo é grande … Ele é longânimo para convosco.
    5. Através da cruz, Ele tornou possível redimir o pecador enquanto condena o pecado.
    6. Muitos ainda seguem após o “erro de Balaão” em pensar que Deus deve agir como agiriam … aqueles que pensam que cabe ao homem ir a Deus, quando na realidade foi Deus que veio ao homem no Calvário!
    7. É impossível para nós compreender a graça de Deus … temos de simplesmente aceitá-la.

III. Coré – rejeitou a autoridade do Deus.

  1. Deus havia dado a Moisés grande autoridade (Êxodo 4:16) ” E ele falará por ti ao povo; assim ele te será por boca, e tu lhe serás por Deus”
    1. Moisés disse a Deus que ele não era eloquente o suficiente para ser o porta-voz de Deus.
    2. Mas Deus disse que Arão poderia ir com ele, mas que Moisés colocaria as palavras na boca de Arão.
    3. Deus estava dizendo a Moisés que ele, Moisés, era para ser o porta-voz de todos, e Arão deveria ver Moisés como sendo a autoridade de Deus.
    4. Se Arão quisesse saber o que Deus disse sobre uma determinada coisa, ele deveria perguntar a Moisés.
    5. Se Arão quisesse saber a vontade de Deus, ele deveria perguntar a Moisés.
    B. Coré era o bisneto de Levi.
    1. No entanto, ter uma herança divina não é garantia de comportamento piedoso.
    2. “Você tem que crescer por si mesmo, não importa o quão alto seu avô pode ter ido”
    3. Coré foi rebelde para com Deus e ele foi rebelde para com o representante de Deus, Moisés.
    4. Coré era um levita do clã de Coate, um dos que estava trabalhando na tenda de reunião – basicamente um passo abaixo de um sacerdote.
    5. Mas Coré não se contentou com essa posição – ele queria ser elevado, ele queria ser poderoso.
    6. Coré, Datã e Abirão, juntamente com 250 líderes de Israel, se levantaram contra a autoridade de Moisés.
    7. Eles disseram: “O Senhor está entre nós todos. Ele chama a todos nós de santos. Por que você é o único responsável aqui? Por que Arão deve ser o sumo sacerdote? Por que só os seus filhos se tornam sacerdotes?”
    8. Moisés disse: “Amanhã, o Senhor irá demonstrar quem é quem por aqui”
    9. Deus abriu o solo e a terra engoliu Coré e tudo o que tinha.
    10. Os 250 chefes de Israel foram destruídos pelo fogo de Deus.
    C. Lição para nós hoje.
    1. Deus escolheu liderar o Seu povo através de homens.
    2. Nesta dispensação, é através do pastor da igreja local.
    3. Não se trata de personalidades; trata-se de obediência ao plano e o propósito de Deus.
    4. Deus condenou Coré por sua oposição que significa disputar.
    5. A verdade é que os filhos de Deus não devem se permitir entrar em disputa com os líderes de Deus que lideram em conformidade com a Palavra de Deus.
    6. Se o fizermos, nós nos colocamos na mesma posição de Coré.Conclusão: Judas nos dá três exemplos do Velho Testamento sobre ir na direção errada! Deus nos chamou para seguir após o seu caminho … não para rejeitá-lo e fazer a nossa própria maneira. Muitos pensam que não importa para Deus, que Ele vai esquecer os seus pecados. Mas Deus deixa claro o que Ele deseja de Seu povo.
  • Caim – o caminho da rejeição
  • Balaão – o caminho do compromisso
  • Coré – o caminho da rebelião

Qual caminho vamos seguir? A decisão é nossa, mas temos de escolher com sabedoria. Nossa decisão terá um grande impacto sobre aqueles a quem amamos. Podemos optar por seguir o Senhor na verdade da Sua Palavra e receber Sua bênção. Ou podemos optar por seguir nosso próprio caminho e trazer sobre nós o Seu juízo. Qual caminho nós vamos escolher?

12/02/2017 culto ceia