≡ Menu

Sermão: Maria o Maior Exemplo de Mãe. “Dia das Mães”

Maria o Maior Exemplo de Mãe.

Introdução.
Não temos muitas informações sobre Maria, a não ser aquelas que encontramos nos evangelhos. Sabemos que foi mãe, como todas as mães que estão sendo homenageadas neste dia. A única diferença, que concebeu do Espírito Santo de Deus. Maria ficou grávida, e manteve-se virgem até o nascimento de Jesus “Contudo, não a conheceu, enquanto ela não deu à luz um filho, a quem pôs o nome de Jesus” Mateus 1:25. O texto está dizendo que José não teve relação sexual com ela enquanto Jesus não nasceu. E fica subtendido que viveram uma vida normal após o nascimento de Jesus. (Tenho a impressão que a Igreja católica tem preconceito contra mulheres casadas, mãe de filhos, pois não conheço nenhuma que tenha sido Canonizada, só Maria, porque acreditam que não teve vida conjugal e permanece virgem até hoje). Mas este ensino é contrário à Bíblia, Maria teve uma família “Falava ainda Jesus ao povo, e eis que sua mãe e seus irmãos estavam do lado de fora, procurando falar-lhe. E alguém lhe disse: Tua mãe e teus irmãos estão lá fora e querem falar-te” Mateus 12:46,47. Maria não podia acompanhar Jesus em toda sua obra missionária, mas estava presente em algumas ocasiões, como vemos em Caná da Galiléia. João 2:1. Há muitas lendas sobre Maria, mas historicamente as referências que temos a seu respeito são as encontradas nos evangelhos. Maria foi um exemplo de Mulher e Mãe, nunca mencionada nas escrituras como uma pessoa divina, ou como uma deusa, ou alguém com poderes especiais, mas sem dúvida, a mais bem aventurada entre as mulheres. Maria é um exemplo para todos nós, e especialmente para as mães neste dia. Sua vida e caráter tem muito a nos ensinar.

I- Maria – um exemplo de mulher

Sem a presença das mulheres o mundo simplesmente não existiria; são elas que geram os filhos e filhas. Foram escolhidas por Deus para trazer ao mundo a vida. Podemos nos reportar ao Gênesis e ver que Deus havia feito todas as coisas; o mundo, os vegetais, os animais e por último o homem. Mas Adão estava triste por não encontrar sua igual, a mulher. Então Deus fez Eva, e ele ficou muito feliz e disse “ Essa é agora osso dos meus ossos e carne da minha carne” Gen. 2:23. A mulher foi a alegria completa da criação. 1-Maria foi uma pessoa escolhida para uma missão, e uma das mais importantes do universo “Ser mãe”. Ser a mãe de nosso Salvador Jesus Cristo, a quem ela mesma reconheceu como seu salvador pessoal “Então, disse Maria; a minha alma engrandece ao Senhor, e o meu espírito se alegrou em Deus, meu Salvador” Lucas 2:46,47. Maria deu ouvidos à voz de Deus. Deus tem uma missão para cada um de nós; Deus tem uma missão para você que é mãe. Criar filhos é uma missão muito especial; e criar filhos para Deus é muito mais especial. Deus deseja que nossos filhos sejam criados para Ele e não para o diabo. Ou você cria filhos para Deus ou você cria filhos para o diabo. E você, mãe, tem como missão criar filhos para Deus. 2-Maria era humilde. Ela era consciente de sua humanidade, e reconhecia a glória de Deus. “Porque o poderoso me fez grandes coisas. Santo é o seu nome”. Lucas 1:49. Humildade é uma das virtudes das pessoas que Deus tem usado. É o reconhecimento da necessidade de Deus na vida, pois “O orgulho precede a queda”. 3-Maria tinha conhecimento da obra de Deus na vida de seu povo. “A sua misericórdia vai de geração a geração sobre os que O temem…” Podia descrever a história de seu povo, apresentando as várias circunstâncias que passou. Sabia que Deus estava dirigindo a história e como seu povo também aguardava a vinda do Messias. 4-Era uma mulher de fé, pois cria nas promessas de Deus “Amparou a Israel seu servo, a fim de lembrar-se da sua misericórdia a favor de Abraão e de sua descendência para sempre, como prometera a nossos pais.” Lucas 1: 54,55. Maria conhecia as promessas de Deus e acreditava nelas. Hoje há uma grande deficiência na maioria das mães; não conhecem as promessas de Deus; e não compartilham com seus filhos estas promessas. Para compartilhar precisam conhecer. 5-Maria não tinha medo de refletir e questionar. “Ela, porém, ao ouvir estas palavras, perturbou-se muito e pôs-se a pensar no que significaria esta saudação. Então, disse Maria ao anjo: Como será isto, pois não tenho relação com homem algum?” Lucas 1:29,34. Ela não tinha dúvida quanto ao poder de Deus, mas indagava quanto ao que estava diante dela. 6-Maria era uma mulher de coragem e compromisso. “Então,disse Maria: Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra”. Lucas 1:38. Suas palavras são a demonstração prática de sua fé e de sua disposição de se deixar usar pelo Senhor. Fico feliz em ver como as mulheres têm sido mais sensíveis à voz de Deus, e a cada dia mais se colocam nas mãos de Deus como vasos, para serem usadas no reino. 7-Maria era uma mulher que sonhava. Não é pecado sonhar! No magnificat Maria faz referência aos seus sonhos; Sonhava com o dia em que os valores seriam invertidos “…dispersou os que, no coração, alimentavam pensamentos soberbos”. V.51; sonhava com o fim da opressão “Derribou do seu trono os poderosos e exaltou os humildes” v 52; sonhava com a justiça “Encheu de bens os famintos…” v. 53;

II- Maria – um exemplo de mãe

Maria era a expressão adulta do que seja ser mãe de Jesus. Ser mãe não é tarefa fácil; é um dos mais importantes ministérios, senão o mais importante. Gerar um seu semelhante, prover-lhe as necessidades, e dar-lhe a educação necessária, não é tarefa fácil. Maria foi mãe do maior homem do mundo, mas nunca tentou se projetar através dele. 1-Maria nunca usou o filho para se exaltar. Não era oportunista; não queria viver a vida do filho, pois sabia qual era seu papel. Sabia que não tinha nenhum mérito especial por ser mãe de Jesus. Ela se ocultou quase que totalmente do ministério de Jesus Cristo, aparecendo poucas vezes e sempre reconhecendo seu lugar de serva. “Aqui está a serva do Senhor; que se cumpra em mim conforme a tua palavra” Lucas 1:38. 2-Maria era submissa ao seu marido. O anjo aparece a José, como cabeça do lar e líder da família “Tendo eles partido, eis que apareceu o anjo do Senhor a José, em sonho e disse: Dispõe-te, toma o menino e sua mãe, foge para o Egito…Tendo Herodes morrido, eis que um anjo do Senhor apareceu em sonho a José, no Egito….” Mateus 2:13,19. 3-Era uma mãe cuidadosa, mas sujeita a falhas. A família foi a Jerusalém num período de festa, comemorar a páscoa, saída do povo de Israel do Egito; Jesus estava com doze anos; Jesus era muito sábio, estava no templo conversando com os doutores. Maria se descuidou e perdeu Jesus no meio da multidão. Andaram um dia inteiro sem se dar conta que Jesus não estava com eles. Começaram a procurar e nada de encontrar o menino. Gastaram mais um dia para voltar a Jerusalém a procura de Jesus, e só o encontraram no terceiro dia. Maria era uma mãe sujeita as mesmas falhas que qualquer mãe. Ela perdeu Jesus. Qual a mãe que nunca cometeu falhas? Cada uma tem suas falhas, mas Deus compreende a todas. Maria também falhou como mãe. “Logo que seus pais o viram, ficaram maravilhados; e sua mãe lhe disse: Filho, porque fizeste assim conosco? Teu pai e eu, aflitos estamos à tua procura.” Lucas 2:48. Ela ficava aflita como qualquer mãe ficaria numa situação destas. Mas era uma mãe muito cuidadosa. 4-Era uma mãe aberta para aprender com os filhos. “Ele lhes respondeu: Por que me procuráveis? Não sabíeis que me convinha estar na casa de meu Pai? Não compreenderam, porém, as palavras que lhes dissera.” Lucas 2:49,50. As mães precisam, a exemplo de Maria, estar abertas para aprender com os filhos. Pois a vida é a maior escola. Na vida ensinamos e aprendemos. 5-Maria manifesta solidariedade e amor para com seu filho. “ E junto à cruz de Jesus estava sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria mulher de Cléopas e Maria Madalena.” João 19:25. Reconheceu seu papel de mãe e de serva.

Conclusão

Maria foi uma mulher cuja vida simples, discreta e dedicada nos desafia a nos deixar usar pelo Senhor a fim de glorificar o Seu nome. Maria foi exemplo como mulher e foi exemplo como mãe. Queremos apresentar este modelo para todas as mães neste dia. Que todas as mães sejam como Maria; entendam que são escolhidas por Deus; entendam que tem uma missão especial para desenvolver neste mundo; entendam a necessidade de conhecer a Deus e seus propósitos; e não deixem de sonhar- sonhar com uma vida melhor, mais justa; sonhar com o sucesso de seus filhos; sonhar com a vitória. Lembre-se de ocupar seu espaço com humildade; de ser cuidadosa com os filhos, e também consigo mesma; se você falha às vezes, não se desespere, Maria também teve falhas, o importante é querer acertar. Que Deus abençoe todas as mães do mundo! Muitas das quais sofrem tanto por causa de filhos rebeldes; mas que o Senhor as recompense por todo o esforço. Sou feliz pela mãe que tive; pobre, mas nunca deixou de lutar para dar o melhor a seus filhos. Supriu muito bem a ausência do pai que cedo na vida tornou-se alcoólatra. Feliz dia das mães! Vocês são muito importantes em nossas vidas!

{ 0 comments… add one }

Leave a Comment