≡ Menu

Sermão: ORAÇÃO E CURA – Tiago 5:7-19,15

ORAÇÃO E CURA – Tiago 5:7-19,15

Devemos considerar este fato sob quatro pontos de vista.

I – Pode Deus curar?

1. Sim, Ele é onipotente, Senhor da alma e do corpo.

II – Curou Deus alguma vez?

1. Sim, no passado, no presente e no futuro.

III – É sempre a vontade de Deus curar?

1. Alguns dizem que sim, e argumentam:

a) Que a cura é parte da expiação. Nem sempre.

(1) A expiação será futura e não presente. – Isa. 33:24.

2. Outros dizem que Jesus Se fez maldição por nós e que por isso estamos livres da lei do sofrimento.

a) Não será agora; a lei da maldição só desaparecerá na vinda de Jesus. – Rom. 8:19-23.

3. Outros dizem: a enfermidade é de Satanás e por isso tem de desaparecer.

a) Há muitas coisas próprias de Satanás e que Deus permite: a morte, a tribulação, as enfermidades, etc.

b) Ele permitiu a Satanás atacar a Jó, Paulo, etc.

4. Nem sempre é a vontade de Deus curar.

a) Às vezes Ele deixa o crente no leito sofrendo para o purificar e o educar.

(1) A obreira que esteve 16 anos no leito e numa noite viu que estava em rebelião com Deus – tinha amargura no coração. Confessou e sarou.

5. A enfermidade na esfera da oração. – Tia. 5:15.

a) O mero fato de orar a Deus por cura, não traz cura; deve haver certa espécie de oração – a oração da fé. O que é?

(1) Não é uma fé forçada: “Estou pedindo cura, só tenho de a esperar” – isso é confiança própria.

(2) A oração da fé é segundo “a Sua vontade”.

A oração da fé, pois, é a certeza que Deus dá por intuição do Espírito Santo.

(3) A ausência da certeza é, pois, prova de não ser a vontade de Deus a cura da enfermidade pela qual oramos.

IV – Serve-se Deus de meios para curar?

Há duas classes de crentes em equívoco:

1. Os que só esperam em Deus e recusam os meios.

a) Há três formas de curas:

(1) A sobrenatural – intervenção divina direta.

(2) A natural – sono, repouso, sol, banhos etc.

(3) A que emprega remédios, cirurgia etc.

b) Esta classe é extremista. Deus é que deve decidir se devemos usar tais meios, e não nós.

2. Os que dependem inteiramente dos meios e se esquecem de Deus. Isso é um grande erro!

a) Devemos recorrer a Deus por causa da obediência: “Se está alguém aflito, ore”. – Êx. 15:26 (Trad. Alemã).

b) Por causa do ensino – O corpo é o templo de Deus.

Muitos crentes empregam mal os cuidados do seu corpo.

- I Cor. 11:30. Drogas fortes etc.

Comments on this entry are closed.