≡ Menu

Sermão: PREGAÇÃO PARA O DIA DAS MÃES

PREGAÇÃO PARA O DIA DAS MÃES

Mt 1:18-25 “O nascimento de Jesus Cristo foi assim: Maria, a sua mãe, ia casar com José. Mas antes do casamento ela ficou grávida pelo Espírito Santo. José, com quem Maria ia casar, era um homem que sempre fazia o que era direito. Ele não queria difamar Maria e por isso resolveu desmanchar o contrato de casamento sem ninguém saber. Enquanto José estava pensando nisso, um anjo do Senhor apareceu a ele num sonho e disse:

– José, descendente de Davi, não tenha medo de receber Maria como sua esposa, pois ela está grávida pelo Espírito Santo. Ela terá um menino, e você porá nele o nome de Jesus, pois ele salvará o seu povo dos pecados deles. Tudo isso aconteceu para se cumprir o que o Senhor tinha dito por meio do profeta:“A virgem ficará grávida e terá um filho que receberá o nome de Emanuel.” (Emanuel quer dizer “Deus está conosco”.)

Quando José acordou, fez o que o anjo do Senhor havia mandado e casou com Maria. Porém não teve relações com ela até que a criança nasceu. E José pôs no menino o nome de Jesus.”

A família sempre foi o projeto de Deus, pois logo após ter feito o homem, fez a mulher e deu instruções para a constituição da família. Ele disse para o homem ser uma só carne com a esposa e depois multiplicar. Estava em Gn a ordem da constituição da família.

Família tem um significado tão grande para Deus, que quando enviou seu filho, quis que tivesse uma.

Deus sabe da importância da família na vida daquele que Ele ama.

Contexto social:

Não gosto e nem ouço música do mundo, mas por causa da faculdade, tive que fazer uma pesquisa sobre letras de músicas que tratam sobre o contexto social, e encontrei uma composição de Ana Carolina chamada Problema Social, que retrata a falta de estrutura familiar. Gostaria de ler um trecho:

“Se eu pudesse eu dava um toque em meu destino
Não seria um peregrino nesse imenso mundo cão
E nem o bom menino que vendeu limão
E trabalhou na feira pra comprar seu pão
E nem o bom menino que vendeu limão
E trabalhou na feira pra comprar seu pão”

Os lideres do tráfico são cada vez mais jovens. Saõ meninos de 16 e 18 anos que estão com armas pesadas na mão. As crianças desses morros não sonham em ser médicos, advogados, veterinários, mas traficantes e bandidos. Não sonham mais com carros bonitos ou casas próprias, mas com armas. A maioria deles, em vez de conhecer modelos de carros, conhecem modelos de armas.

Meninas estão engravidadando na adolescência, cometendo crimes e atrocidades que assusta até o mais cruel adulto.

São influênciados por desenhos animados violentos, por filmes de ação e de terror e por tribos cada vez mais esquisitas.

Se a família, e principalmente a mãe não criar no princípio cristão, o mundo que jaz no maligno criará!

MÃE, SEU FILHO PRECISA DE VOCÊ!

Sei que muitas mães são capazes de morrer pelos seus filhos, mas pior do que morrer é ir para o inferno. Morrer é lucro (Fl 1.21)

EVANS ROBERTS:

Evans Roberts tinha apenas 26 anos de idade quando foi usado por Deus para promover um avivamento no país de Gales em apenas 9 meses. Os frutos desse avivamento foram:

· Muitos jovens convertidos que lideravam reuniões de oração;

· Bares e cinemas do país fecharam;

· Partidas de futebol e peças de teatro foram canceladas porque não tinha mais público e nem jogadores e atores; todos estavam nas Igrejas;

· As livrarias evangélicas venderam todo o seu estoque de Bíblia.

“Em muitos casos, os fregueses entravam nas tavernas, pediam bebidas e depois davam meia-volta e saíam, deixando-as intocadas no balcão. O sentimento da presença de Deus era tal que praticamente paralisava o braço que ia levar o copo à boca.”

Um país foi mudado porque um jovem fez a diferença. Esse jovem veio de uma família cristã. Ele tinha uma mãe que viveu e ensinou princípios cristãos. Sua família era metodista e, desde cedo, levava as coisas espirituais a sério. Converteu-se com treze anos de idade.

Os frutos, os resultados do avivamento, foram bons: uma pesquisa feita seis anos depois do avivamento descobriu que 80% dos convertidos continuavam sendo membros das mesmas igrejas onde tiveram se convertido. Porém, isso não significa que os outros 20% tivessem se desviado, porque muitos se mudaram para missões independentes ou novas denominações.

MÃE, SEU FILHO PRECISA DE VOCÊ!

JOHN WESLEY:

John Wesley, décimo terceiro filho do ministro anglicano Samuel e de Susana.

Devido às atividades pastorais que impediam o Reverendo Samuel de dar a devida assistência ao lar, Susana assumiu a administração financeira da família e a educação dos filhos e filhas. Disciplinava com rigidez os filhos, mantendo horário para cada atividade e reservando um tempo de encontro com cada filho para conversar, estudar e orar.

MÃE, SEU FILHO PRECISA DE VOCÊ!

Ainda na infância, John Wesley foi o último a ser salvo, de forma miraculosa, em um incêndio que destruiu toda sua casa, onde estivera preso no segundo andar. A partir desse dia, Susana, sua mãe, dedicou-lhe atenção especial, pois entendeu que Deus havia poupado sua vida para algo muito especial.

Aos cinco anos de idade, Susana Wesley começou a alfabetizar o John, usando o livro dos Salmos como apostila.

Nos 50 anos seguintes, Wesley pregou em média de três sermões por dia; a maior parte ao ar livre. Houve uma vez que pregou a cerca de 14.000 pessoas. Milhares saíram da miséria e imoralidade e cantaram a nova fé nas palavras dos hinos de Carlos Wesley, irmão de John. Os dois irmãos deram à religião um novo espírito de alegria e piedade. Em 50 anos, Wesley tenha percorrido 400 mil quilômetros e pregado 40 mil sermões, com uma média de 800 sermões por ano. John Wesley deixou um legado de 300 pregadores itinerantes e mil pregadores locais. A Igreja Metodista, como Igreja propriamente, organizou-se primeiro nos EUA e depois na Inglaterra (somente após a morte de Wesley no dia 2 de março de 1791).Atualmente, o total de membros da comunidade metodista no mundo está estimado em cerca de 75 milhões de pessoas.

75 milhões de pessoas salvas! Tudo isso começou através da sensibilidade e da dedicação de uma mãe em ensinar o filho através da Bíblia. Fez tudo isso com 19 filhos!

* Dedicava-se com atenção especial aos filhos: Um dia da semana era designado a cada filho, para conversar sobre as dúvidas e dificulda­des;
* Orava pelos filhos. Wesley disse a mãe: “Em muitas coisas a senhora tem intercedido por mim e tem prevalecido. Quem sabe se ago­ra também, na intercessão para que eu renuncie inteira­mente o mundo, terá bom êxito?… Sem dúvida será tão eficaz para corrigir o meu coração, como era então para formar o meu caráter.”

MÃE, SEU FILHO PRECISA DE VOCÊ! PRECISA DA SUA ORAÇÃO !!!

HUDSON TAYLOR:

Num memorável dia, antes do nascimento de Hudson, o primogênito da família, o pai procurou a sua esposa para conversar sobre uma passagem das Escrituras que o im­pressionava profundamente. Na sua Bíblia leu para ela uma parte dos capítulos 13 de Êxodo e 3 de Números: “Santifica-me todo o primogênito… Todo o primogênito meu é… Meus serão… Apartarás para o Senhor…”

Os dois conversaram muito tempo sobre o gozo que es­peravam ter. Então, de joelhos, entregaram seu primogêni­to ao Senhor, pedindo que desde já ele o separasse para a sua obra.

Todos os dias, ao meio dia, a porta do quarto da sua mãe estava fechada, apesar das suas constantes e inumeráveis obri­gações. Isso trouxe grande influência sobre Hudson, pois sabia que ela estava prostrava perante Deus para re­novar suas forças e para que o próximo se sentisse atraído a Jesus que habitava nela.

Não adianta querer ensinar se não vive o que quer ensinar, pois grande parte da aprendizagem da criança vem através do exemplo dos pais.

MÃE, SEU FILHO PRECISA DE VOCÊ! PRECISA DE SEU EXEMPLO COMO MULHER DE DEUS !!!

MODDY:

Sua mãe sofreu muito para criar os fihos. Poucos meses depois da morte de seu marido, nasceram-lhe gê­meos e o filho mais velho tinha apenas doze anos. O conse­lho de todos os parentes foi que ela entregasse os filhos para outros criarem. Mas com invencível coragem e santa dedicação a seus filhos, ela conseguiu criar os filhos no próprio lar. Guarda-se ainda, como tesouro pre­cioso, sua Bíblia com as palavras de Jeremias 49.11 subli­nhadas: “Deixa os teus órfãos, eu os conservarei em vida; e confiem em mim tuas viúvas.”

Quero ler as palavras de Moddy, no entero de sua mãe:

“…Durante o pri­meiro ano depois que meu pai faleceu, ela adormecia todas as noites chorando. Contudo, estava sempre alegre e ani­mada na presença dos filhos. As saudades serviam para chegá-la mais perto de Deus. Muitas vezes eu me acordava e ela estava orando, às vezes, chorando. Não posso expres­sar a metade do que desejo dizer. Aquele rosto, como é querido! Durante cinqüenta anos não senti gozo maior do que o gozo de voltar a casa. Quando estava ainda a setenta e cinco quilômetros de distância, já me sentia tão inquieto e desejoso de chegar que me levantava do assento para passear pelo carro até o trem chegar à estação… Se chega­va depois de anoitecer, sempre olhava para ver a luz na ja­nela da minha mãe. Senti-me tão feliz esta vez por chegar a tempo de ela ainda me reconhecer! Perguntei-lhe: -’Mãe, me conhece?’ Ela respondeu: – ‘Ora, se eu te conhe­ço!’

Aqui está a sua Bíblia, assim gasta, porque é a Bíblia do lar; tudo que ela tinha de bom veio deste livro e foi dele que nos ensinou. Se minha mãe foi uma bênção para o mundo é porque bebia desta fonte. A luz da viúva brilhou do outeiro durante cinqüenta anos. Que Deus a abençoe, mãe; ainda a amamos! Adeus, por um pouco, mãe!

MÃE, SEU FILHO PRECISA DE VOCÊ! PRECISA QUE VOCÊ LEIA A BÍBLIA PARA ELE !!

Como mãe, você precisa ensinar seu filho pela Bíblia!

Dt 6.6-8 ”Estas palavras que, hoje, te ordeno estarão no teu coração; tu as inculcarás a teus filhos, e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e ao deitar-te, e ao levantar-te. Também as atarás como sinal na tua mão, e te serão por frontal entre os olhos. E as escreverás nos umbrais de tua casa e nas tuas portas.”

O versículo diz que as palavras precisam estar no coração da mãe e do pai. É poruqe se não estiverem, não terão efeito no ensino, pois não serão verdadeiras. Os pais precisam ter o conhecimento da Bíblia.

PR. MARINHO:

Era da mancha verde, agitador de torcida, sempre envolvido em aventuras.

Tem uma mãe que o levou para Igreja até quando pode. Orava por ele constantemente. Hoje é pastor de nossa Igreja. Ganhou muitas pessoas pra Jesus. Soubemos que até quase uma vila inteira da Índia se converteu, através da sua visita naquele país.

Tradições familiares:

Ultimamente parece que as tradições famíliares se foram…

Onde estão:

* A tradição de agradecer o alimento antes da refeição? Foi substituído pela presa do Fast Food?
* De ler a Bíblia em família? Foi substituído pela TV?
* De fazer um culto de ação de graça no Natal? Foi substituído pela ansiedade de receber presente?
* Onde está a tradição de falar sobre o sacrifício de Jesus na Páscoa? Foi substituído por ovos de páscoa?
* Onde está a tradição da família ir junto a Igreja? Foi substituído pelo indivídualismo

Precisamos resgatar as tradições, pois elas serão contínuadas nas nossa próximas gerações. Teu filho falará ao seu neto: “nós oramos, nós lemos a Bíblia, nós agradecemos ao Senhor, nós celebramos a Páscoae o Natal falando de Cristo, nós vamos juntos todos os domingos na Igreja; porque meu pai me ensinou, o seu neto fará a mesama coisa com o filho dele que fará com o filho…

MÃE, SEU FILHO PRECISA DE VOCÊ! PRECISA QUE VOCÊ NÃO DEIXE QUE AS TRADIÇÕES CRISTÃS SEJAM INTRODUZIDAS NA FAMÍLIA OU NÃO SE ACABEM !!!

PRECISAMOS RESGATAR O CRISTIANISMO NA FAMÍLIA! NÃO TEM OUTRO JEITO SE NÃO FOR ATRAVÉS DE CRISTO!

Apelo:

Pedir para as mães irem a frente e orar por elas.

Com as mães na frente, fazer o apelo para que as não convertidas aceitem a Jesus.

Pr. Ronaldo Calil

Comments on this entry are closed.